http://elektreng.com.br/wp-content/uploads/2020/05/bgfrontalpaginasx-1.jpg

Na vida profissional tem eventos que não nunca esquecemos, esse é um deles.

Na década e 90 tive a oportunidade de participar de um projeto de reestruturação do parque elétrico de uma UTE no Polo Petroquímico de Camaçari que compreendia:

  • Modificação do barramento de 69kV para anel duplo;
  • Reformulação de vários bays de 69kV com substituição de equipamentos;
  • Interligação de SE a SF6 com o pátio;
  • Transferência de bays do pátio para a SE a SF6;
  • Montagem eletromecânica de uma sala de painéis;
  • Reestruturação da Sala de Controle com modificações de painéis controle e proteção, painéis auxiliares e mesas de sincronismo;
  • Implantação da proteção diferencial de barras e mais outros desafios.

Para viabilizar a transferência para a SE a SF6 do bay em 69kV de um transformador de 100MVA, 230/69kV que recebia uma LT 230kV, o projeto previu a interligação por cabo subterrâneo em 69kV.

A maior bitola desse tipo de cabo que a Pirelli (hoje Prysmian) fabricava no Brasil à época era de 800mm2, mas para essa seção transmitir 100MVA, um projeto especial de instalação dos cabos foi desenvolvido pelo próprio fabricante e destacamos:

  • Forma de instalação – enterrado no solo;
  • Preparação do solo e cobertura dos cabos – com argamassa seca compactada, cuja composição aumentava a capacidade de dissipação do calor produzido pelos cabos;
  • Distanciamento entre cabos – definido em projeto e mantido ao longo do itinerário;
  • Aterramento da blindagem – a blindagem foi aterra solidamente apenas num lado, de forma a não circular corrente e evitar sobreaquecimento dos cabos, então:
    • Lado do Pátio – através de centelhador a ar (a tensão induzida poderia ser superior a 1kV);
    • Lado da SE SF6 – diretamente aterrada;

As estruturas metálicas treliçadas de suporte das muflas do lado do pátio de 69kV, foram revestidas com tela de malha (mesh 10 x 10 mm) para evitar contatos acidentais.

Esse projeto me rendeu muitas madrugadas e finais de semana de trabalho, mas a satisfação de vê-lo operacional foi recompensadora e guardo essas boas lembranças até hoje e inclusive uma amostra do cabo, essa da foto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *